Área da Infância e Juventude

Evangelização Espírita Infantojuvenil:

 

 

“Entre as leis divinas, umas regulam o movimento e as relações da matéria bruta: as

leis físicas, cujo estudo pertence ao domínio da Ciência.

As outras dizem respeito especialmente ao homem considerado em si mesmo e nas suas relações com Deus e com seus semelhantes. Contêm as regras da vida do corpo,  bem como as da vida da alma: são as leis morais”. (Ref. 21. Parte 3ª, cap. I, perg. 617.)

O que se faz, na área da infância e juventude, no Brasil, sob a denominação de Evangelização Espírita Infantojuvenil, é a transmissão do conhecimento espírita e da moral evangélica pregada por Jesus - que foi apontado pelos Espíritos superiores, que trabalharam na Codificação, como modelo de perfeição para toda a Humanidade.

(KARDEC, Allan. "O Livro dos Espíritos". Trad. de Guillon Ribeiro. 60. ed. Rio de Janeiro, FEB, 1984. Questão 625, p. 308.)

 

O ensinamento espírita e a moral evangélica são os elementos com os quais trabalhamos em nossas aulas. Esses conhecimentos são levados aos alunos através de situações práticas da vida, pois a metodologia empregada pretende que o aluno reflita e tire conclusões próprias dos temas estudados, pois só assim se efetiva a aprendizagem real.

As aulas são realizadas num ambiente de descontração, como recomenda a didática moderna, sem misticismo, com respeito e grande aproveitamento, pois o aluno participa, questiona, se informa, dirime dúvida, reflete e conclui.

As aulas preveem ainda situações de aprendizagem em que o aluno é convocado a opinar quanto à prática dos ensinamentos evangélico-doutrinários que, segundo Kardec, determinarão uma grande melhora no progresso moral da Humanidade.

 

Objetivos:

 

A evangelização espírita da criança e do jovem tem por objetivo a formação moral das novas gerações, embasada nos ensinamentos do Espiritismo e do Evangelho.

Ficam estabelecidos como objetivos da Evangelização Infantojuvenil:

a) Promover a integração do evangelizando: – consigo mesmo; – com o próximo; – com Deus.

b) Proporcionar ao evangelizando o estudo: – da lei natural que rege o Universo; – da “natureza, origem e destino dos Espíritos bem como de suas relações com o mundo corporal”.

c) Oferecer ao evangelizando a oportunidade de perceber-se como homem integral, crítico, consciente, participativo, herdeiro de si mesmo, cidadão do Universo, agente de transformação de seu meio, rumo a toda perfeição de que é suscetível.

 

O Evangelizando - a Criança:

 

O evangelizando é um ser espiritual, criado por Deus e que participa dos dois planos da vida: do físico e do espiritual.

Como ser espiritual, traz toda uma bagagem acumulada ao longo de sua trajetória evolutiva; “seu destino é toda a perfeição de que é suscetível e, para isso, conta com o tempo necessário, pois que seu esforço de aperfeiçoamento não se circunscreve, apenas, a uma existência terrena.” (Ref. 30, p.29)

Nesse processo de auto-aperfeiçoamento, o educando se transforma e transforma a realidade que o circunda. Como foco do processo educativo, deve ser visto de forma integral, ao mesmo tempo que integrado com seu grupo social e com a Natureza, da qual faz parte.

Seu objetivo na Terra: EVOLUIR, desenvolver sua potencialidade interior, compreender a si mesmo e ao mundo que o cerca, corrigir os erros cometidos no passado, superar os próprios defeitos, desenvolvendo assim, gradativamente, o germe da perfeição que carrega em sim mesmo, como herança Divina.

 

O Evangelizador:

O Evangelizador é muito mais que um monitor, é o companheiro, o amigo, o conselheiro, aquele que dá vida e dinamismo à aula, aquele que impregna os conteúdos da lição com o calor da certeza que tem na tarefa que realiza. Não é um mero transmissor de informações. Os conhecimentos por ele veiculados guardam a pujança da sua fé e do seu ideal. Vale-se dos recursos técnico-pedagógicos indispensáveis, mas utiliza o amor como técnica por excelência.

Os evangelizadores espíritas, cada vez mais conscientizados da importância do seu trabalho, estudam a Doutrina Espírita, aprofundando conhecimentos doutrinários, e se aperfeiçoam ou se preparam em técnicas de ensino, para melhor atender as exigências do processo ensino-aprendizagem. Tecnologia, conhecimento espírita e evangélico, dedicação, consciência da necessidade de auto-aperfeiçoamento são os pré-requisitos que o evangelizador espirita sabe que deve adquirir para o bom desempenho de sua tarefa.

Como facilitador do conhecimento espírita, oferecido pelo Centro Espírita às novas gerações, o evangelizador deverá reunir determinadas características que favoreçam seu papel de intermediador entre o conhecimento inato do evangelizando e o conhecimento adquirido, de maneira sistematizada, na Doutrina.

 

Assim, é importante que ele:

– conheça os conteúdos doutrinários;

– seja um referencial de comportamento ético, à luz dos ensinamentos de Jesus;

– esteja convencido de que a Evangelização Espírita irá contribuir para a transformação moral da Humanidade;

– tenha entusiasmo pela tarefa;

– seja flexível e receptivo à aquisição de novos conhecimentos;

– tenha uma visão integrada do Currículo da Evangelização e de sua inserção no Movimento Espírita;

– saiba escolher metodologias que possibilitem ao evangelizando construir, elaborar e expressar seu conhecimento;

– tenha sensibilidade para se avaliar, considerando seu papel de mediador entre o conhecimento, o aluno e sua realidade.

 

Traga seu filho para a Evangelização!

 

Estrutura Pedagógica:

 

Maternal - 3 a 4 anos;

Jardim – 5 a 6 anos;

1º Ciclo da Infância – 7 a 8 anos;

2º Ciclo da Infância – 9 a 10 anos;

3º Ciclo da Infância – 11 a 12 anos;

Juventude – 13 a 21 anos;

 

*Fonte: Do livro Educação do Espírito. Introdução à Pedagogia Espírita;  e Federação Espírita Brasileira – Departamento da Infância e Juventude.

 

Vídeos:

 

Semear - O que é Evangelização Espírita Infantojuvenil

https://www.youtube.com/watch?v=KFs9XaNV7Fc

 

Semear - Quem é a criança

https://www.youtube.com/watch?v=UB_DI-7C-Kg

 

Semear - Ser evangelizador

https://www.youtube.com/watch?v=oGBdaLUS6Ug

 

"Eduque-se o homem e teremos uma Terra transformada e feliz!" 
(Espírito: Guillon Ribeiro, psicografia Chico Xavier)

Centro Espírita Alunos do Bem

Rua Moreira Cesar, 2258, Pio X

Fone: 054 3221 5443

  • w-facebook
  • YouTube Social  Icon